tô de cara amarrada contigo
tu nem sabes o quanto chorei
tu chegas-tes com cara de amigo
te dei meu abrigo e com paixão te amei
não pensava que fosse traiçoeiro
o carinho que davas a mim
quando deito no meu travesseiro
que sinto teu cheiro te digo assim

meu coração foi pealado no laço do amor
quatro patas maneadas a jeito
deixou o meu peito chorando de dor

me largaste solita no rancho
como coisa de cachorro magro
satisfeito do que já queria
te foste à la cria buscando outro afago
e a traição de um amor caborteiro
esta china não pode esquecer
mesmo que tu me digas agora
que sofres e choras sem meu bem-querer.

Vidéo Incorrecte?