Onde tem mulher bonita eu tomo uísque importado
Eu gasto as notas graúdas as miúdas dou de trocado
Na mesa em que eu sento o garçom passa apertado
Desce uma, duas, três
Toda hora repito a vez
E tomo até ficar suado
Toda festa de peão a arena fica lotada
Pra ver eu montar no touro e agüentar as abanadas
Sou casado e pulo a cerca, tenho muitas namoradas
Deslizo igual sabonete, se a menina entrar no brete
Deixo ela apaixonada
Se tem um jogo de truco, eu não entro pra perder
Só saio com carta boa faço os "neguin" tremer
Toda hora eu grito um seis e já vou mandando ver
Aposto qualquer parada
Quando eu dou uma trucada
Ponho os cabras pra correr
Com o meu violão no peito ninguém canta melhor
No braço de uma viola, toco até com uma corda só
Mas respeito tião carreiro que sempre foi o maior
Por esse brasil afora
Não jogo conversa fora
Eu ganho a vida é no gogó
Se tem um jogo de truco, eu não entro pra perder
Só saio com carta boa faço os "neguin" tremer
Toda hora eu grito um seis e já vou mandando ver
Aposto qualquer parada
Quando eu dou uma trucada
Ponho os cabras pra correr
Com o meu violão no peito ninguém canta melhor
No braço de uma viola, toco até com uma corda só
Mas respeito tião carreiro que sempre foi o maior
Por esse brasil afora
Não jogo conversa fora
Eu ganho a vida é no gogó

Vidéo Incorrecte?