E então mergulhou só mais uma vez
Não ouvira o que disseram
Tomou ar e foi
Encarou a morte sem saber
E depois lá na cidade foi considerado um Deus

Um menino que enfrentou
O diabo sem temer
Não sou imortal
Eu sou igual você
O meu toque divino é inexistente
Assim como o milagre que pensa que concebi

As paredes têm ouvidos

E a história se espalhou
Chegou ao senhor
Que dizia ter certeza que ali
No fundo tinha muito ouro
Eu não vou dar minha vida
Por algo que não sou
Mas a cidade precisa de você!

Hey, hey, hey
Tratei-o como um rei
Hey, hey, hey
Você nos deve
Hey, hey, hey
Faça por merecer
Hey, hey, hey
Nos traga a grana

E foi assim que o Deus voltou a ser menino
E se transformou numa decepção local
Foi puxado por algo no rio
E agora respirava água

Uuuh
Em paz
Uuuh
Em paz

O velho senhor
Ao rio retornou
Já havia cumprido a missão
De buscar o menino
Que um belo dia o desafiou

Vidéo Incorrecte?