Eu te conheci nos teus tamancos
pelas ruas dando trancos
numa bruta cavação

E agora tu vives contando prosa
fingindo que tens a bossa no lugar do coração
Subistes assim por ser ousado
És o tipo misturado de congo e de bororó...

E tens o teu diploma e falação
e assim vives iludindo todo mundo
Eh!... Mas comigo não!

Quando alguém diz que és batuta
Quando alguém diz que és batuta
fica cheio de chiquê
Tens tanto orgulho, que barulho!
Quem te viu e quem te vê...!

E ias obrigado p'ro batente
dizendo p'rá toda gente
que ganhavas o teu pão
e defendias muito bem o teu tostão

E à noite bancando o Lord
passavas guiando um Ford
lá p'rás bandas do... Leblon

E sempre, sempre trabalhando na surdina,
descobristes uma mina, explorastes teu filão
E hoje tomas ares de nababo
e sem lembrar o que já foi seu passado
Eh!... Mas comigo não!

Quando alguém diz que és batuta
Quando alguém diz que és batuta
fica cheio de chiquê
Tens tanto orgulho, que barulho!
Quem te viu e quem te vê...!

Vidéo Incorrecte?