Menina
o beijo que eu te dei não valeu de nada
Estou sozinho em plena madrugada
Esperando o dia clarear

Eu lembro
Você olhando pra mim no primeiro beijo
A lua iluminando meu desejo
Mas isso não repara a minha dor

Quando a noite no infinito se levanta
Minha tarde intensidade agora é tanta
a luz do lua pelo caminho eu vejo
Teus sintomas desses cosmos em meus dedos

Mas hoje, só da pra ver as lágrimas cintilantes
Que fazem tremer meus olhos brilhantes
Toda vez que em ti eu chego a pensar

Não pense, que com essa sua cara você me engana
Sei que no fundo você ainda me ama
E não para de pensar em mim

Quando a noite no infinito se levanta...

Vidéo Incorrecte?