Acusaram nosso mestre
Perdoaram um ladrão
Ordenaram a sua morte
E nem lhe deram explicações.
Foi um julgamento injusto
Fingiram até lavar as mãos
Mas o clamor da multidão
O levaram à crucificação.
Mas a profecia do apocalipse
Ao seu tempo iria se cumprir
O verdadeiro julgamento
É o cordeiro santo que vai presidir.

O livro está aberto em suas mãos, eu posso ver
Eu ouço com clareza o meu nome anunciar.
A multidão prostrada reconhece o seu poder
Um justo julgamento, no tribunal vai começar.
E quando a sentença o seu nome anunciar,
Será que um “bem-vindo ao céu”, você vai escutar?
Ou será que você vai ser julgado assim:
“Eu não vos conheço, apartai-vos de mim”?

É o julgamento mais correto que terá.
Neste julgamento, nem um erro haverá
O branco, o negro, o rico, o pobre, o grande e o pequeno não escapará.
É o julgamento em dimensão celestial.
Este julgamento é o juízo final.
As obras, as culpas, os erros e acertos irão ser julgados neste tribunal!

O livro está aberto em suas mãos, eu posso ver
Eu ouço com clareza o meu nome anunciar.
A multidão prostrada reconhece o seu poder
Um justo julgamento, no tribunal vai começar.
E quando a sentença o seu nome anunciar,
Será que um “bem-vindo ao céu”, você vai escutar?
Ou será que você vai ser julgado assim:
“Eu não vos conheço, apartai-vos de mim”?

É o julgamento mais correto que terá.
Neste julgamento, nem um erro haverá
O branco, o negro, o rico, o pobre, o grande e o pequeno não escapará.
É o julgamento em dimensão celestial.
Este julgamento é o juízo final.
As obras, as culpas, os erros e acertos irão ser julgados neste tribunal!

É o julgamento,
É o julgamento,
É o julgamento final! (6x)

Vidéo Incorrecte?