Meu coração é sertão seca terra molhada
No cabo de uma enxada um valente eu sou
Esse pezinho de serra é minha morada
Em cada semente plantada eu colho amor

Ando de peito aberto e sem vaidade
Seu moço a minha verdade é trabalho e fé
Quando a saudade de alguém no meu peito invade
Saiu à procura e encontro num canto qualquer

Esse é meu canto alimento minha vida
O meu ponto de partida
De verde a terra se veste
Eu tenho tudo, vivo sempre em harmonia
Minha alegria, meu lugar é meu nordeste.

Vidéo Incorrecte?